Famílias de pescadores vão sair da Praia de Faro em 2022

112 pessoas do núcleo piscatório vão ser realojadas em casas de habitação social.
Por Rui Pando Gomes|16.06.18
Um total de 112 pessoas que vivem na Praia de Faro vão ser realojadas em casas de habitação social que vão ser construídas na zona de Montenegro, em Faro. O realojamento de 49 famílias do núcleo piscatório fora da ilha está previsto para 2022.

O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, no local onde serão construídas as casas. "[O número de famílias] corresponde sensivelmente a metade da comunidade piscatória [da Praia de Faro]. As famílias que está previsto virem para aqui são aquelas que hoje já não têm diretamente atividade ligada ao mar e à ria. São reformados e as pessoas mais antigas", revelou o presidente da autarquia.

Com o início da obra apontado para meados de 2020, as 49 famílias, num total de 122 pessoas, deverão ser realojadas em 2022 ou, "na melhor das hipóteses, em 2021", estimou o autarca farense. De acordo com o programa habitacional revelado pela Câmara de Faro, que respeita as normas de edificações a custos controlados, serão construídos 49 fogos, 22 de tipologia T1, 15 T2 e 12 T3.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!