Obrigados a pagar 0,45 euros na A29 para ir ao hospital

Câmara de Espinho exige ao Governo a remoção urgente do pórtico de Gulpilhares.
Por Patrícia Lima Leitão|19.04.18
Obrigados a pagar 0,45 euros na A29 para ir ao hospital
Foto Paulo Duarte
Para se deslocarem até ao Hospital de Vila Nova de Gaia, os utentes de Espinho que passam pela A29, são obrigados a pagar 0,45 euros, no pórtico de Gulpilhares. A câmara espinhense exige "igualdade no acesso de toda a população ao Serviço Nacional de Saúde" e já enviou ofícios aos ministérios da Saúde e do Planeamento a reclamar a extinção "urgente" da portagem.

"O pórtico representa uma medida penalizadora e gravosa para a população do concelho, que tem de suportar os custos de transporte e portagem para aceder ao direito fundamental da prestação de cuidados básicos de saúde", referiu Joaquim Pinto Moreira, presidente da Câmara de Espinho.

Desde novembro de 2012 que a autarquia suporta as viagens diárias dos utentes do concelho até às consultas, exames e tratamentos, marcados para o Hospital Santos Silva - a principal unidade do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho. O serviço gratuito está disponível para todos os munícipes que o solicitem, de acordo com as vagas no autocarro que a câmara disponibiliza.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!