Pescadores esperam subsídios desde outubro

Centenas de profissionais da pesca da sardinha dizem estar a passar por dificuldades.
Por Tiago Griff|09.01.18
Apesar dos mais de 40 barcos de pesca da sardinha da região terem parado no final de outubro do ano passado, devido ao defeso obrigatório da espécie, os subsídios previstos pelo Governo ainda estão por pagar às dezenas de armadores e, por sua vez, às centenas de pescadores que têm famílias para sustentar. A situação está a ficar desesperante para os afetados.

"Este atraso não tem qualquer razão para acontecer. O processo deveria ser igual ao de 2016 e nesse a maioria dos pagamentos foi feito, também com atraso, mas no início de janeiro de 2017", disse ao CM Mário Galhardo, presidente da Barlapescas - Cooperativa dos Armadores de Pesca do Barlavento.

O dirigente realça as dificuldades de todos os envolvidos - armadores, pescadores e respetivas famílias que, muitas vezes, têm apenas o patriarca como principal sustento. "Andam a pedir vales aos patrões para se tentarem aguentar, mas está muito complicado", explica Mário Galhardo.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!