Ponte pedonal e jardim criados em cima da VCI

Antigo matadouro de Campanhã será reconvertido num espaço cultural e empresarial.
Por Ana Isabel Fonseca|31.05.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O antigo matadouro de Campanhã, no Porto, será reconvertido num espaço cultural e empresarial. O projeto foi concessionado à Mota-Engil e irá custar um total de 40 milhões de euros, investimento que será suportado pela construtora. Um dos pontos fundamentais desta obra, que ficará pronta em 2021, será a construção de uma passagem pedonal, que vai atravessar de ponta a ponta o projeto, ligando a um jardim suspenso sobre a Via de Cintura Interna (VCI).

" Este canal permitirá dar vida quotidiana ao espaço, introduzindo-lhe vivência de cidade e não fechando o ecossistema. Dito de outra forma, o Matadouro cria a grande rua coberta do Porto, a partir da qual se desenvolve uma cidade nova, capaz de servir como grande impulsionador da zona oriental", diz a autarquia, dando conta de que será construída uma enorme cobertura que vai ligar o antigo e o novo edifício.

A reconversão do matadouro - que ficará a cargo de Kengo Kuma, um dos arquitetos mais criativos do Japão - prevê a criação de uma área para a instalação de empresas, mas também reservas de arte, museus, auditórios, espaços de exposição e para acolher projetos de coesão social. O concessionário, responsável por todo o investimento, fica obrigado a cumprir o programa delineado pela Câmara para 30 anos, findos os quais o equipamento reverterá para o município.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!