Vila de 1700 habitantes em Bragança vai ter ensino superior

Antigas instalações da Escola Profissional de Ansiães vão receber um curso de Energias Renováveis e Instalações Elétricas.
Por Patrícia Moura Pinto|16.07.18
É uma iniciativa fantástica. Estudei na Escola Profissional de Ansiães e é muito triste ver o edifício sem movimentações de alunos, professores e funcionários. Além de ser uma ótima solução para as instalações, acaba por se juntar o útil ao agradável e dar a oportunidade às pessoas de terem uma licenciatura de forma mais acessível", diz Vera Castro, satisfeita por Carrazeda de Ansiães passar a ter, já no próximo ano letivo, um curso técnico superior profissional de Energias Renováveis e Instalações Elétricas, promovido pelo Instituto Politécnico de Bragança.  

"A iniciativa partiu do município de Carrazeda de Ansiães. No começo do mandato existia a pretensão de dar uma utilização ao edifício onde funcionou a Escola Profissional de Ansiães e foram contactadas várias instituições sobre a possibilidade de aí lecionarem cursos. Desde o início que o Politécnico mostrou total disponibilidade para a criação de um curso ligado à vertente tecnológica, o que fazia todo o sentido, já que as instalações estão preparadas para receber cursos dessas áreas", explica João Gonçalves, presidente da Câmara de Carrazeda de Ansiães - vila que tem cerca de 1700 habitantes.

Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTESP) são formações de curta duração que têm como objetivo conferir qualificação do nível 5, de acordo com o Quadro Nacional de Qualificações. Podem concorrer a estes cursos os titulares de um um curso secundário ou de habilitação legalmente equivalente.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!