Sub-categorias

Notícia

Atual e anterior ministro da Defesa chamados ao parlamento para esclarecer contratos de navios

A Comissão Europeia instaurou um processo de infração a Portugal.
Por Lusa|14.02.18
O parlamento vai chamar o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, e o seu antecessor, Aguiar-Branco, para que prestem esclarecimentos sobre o processo de infração instaurado a Portugal pela Comissão Europeia relativo à construção de navios militares.

Os requerimentos foram aprovados esta quarta-feira por unanimidade na reunião da comissão parlamentar de Defesa Nacional. O BE tinha solicitado a audição do anterior ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco e o PSD decidiu chamar o atual ministro, José Azeredo Lopes.

A Comissão Europeia instaurou um processo de infração a Portugal por "não aplicação ou aplicação incorreta, da legislação da União Europeia em matéria de contratos públicos nos mercados da Defesa e Segurança".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!