Agressor de Alcochete em prisão preventiva após ter sido assistido no hospital

Este é um dos nove arguidos do ataque à Academia do Sporting.
Por Lusa|12.07.18
  • partilhe
  • 1
  • +
O juiz de Instrução Criminal do Tribunal do Barreiro confirmou esta quinta-feira a medida de coação de prisão preventiva para um dos nove detidos na segunda-feira por alegado envolvimento nos incidentes de 15 de maio em Alcochete.
Agressor de Alcochete em prisão preventiva após ter sido assistido no hospital

O arguido, que não compareceu perante o tribunal dentro do prazo legal de 48 horas após a detenção por motivos de saúde - tinha um braço partido e a cirurgia realizou-se esta quarta-feira -, só esta quinta-feira foi presente ao juiz de Instrução Criminal, que lhe decretou a medida de coação de prisão preventiva, tal como aconteceu com os outros oito arguidos que foram presentes a primeiro interrogatório judicial na quarta-feira.

No âmbito do processo de investigação iniciado após a invasão da academia e das agressões a diversos jogadores do Sporting, já foram efetuadas 36 detenções pela PSP e GNR, sendo que todos os detidos ficaram a aguardar julgamento em prisão preventiva. Foram ainda identificados e constituídos arguidos mais três indivíduos, que estão sujeitos à medida de coação menos grave, de Termo de Identidade e Residência.

No dia 15 de maio passado, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na Academia do clube por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos, jogadores e 'staff'.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!