Funcionário do Sporting preso por ataque em Alcochete

Bruno Jacinto, funcionário que tinha o cargo de oficial de ligação aos adeptos, e mais concretamente às claques, foi detido esta terça-feira.
Por Henrique Machado|09.10.18
Bruno Jacinto, o funcionário do Sporting que tinha o cargo de oficial de ligação aos adeptos, e mais concretamente às claques, foi detido esta terça-feira na investigação do DIAP de Lisboa, com a GNR, à invasão ao centro de estágios de Alcochete com agressões a jogadores e equipa técnica do clube.

Terá tido conhecimento prévio do crime, da sua preparação e execução, sem nada fazer para o evitar – e ajudou à fuga dos agressores para que não fossem detidos. Responde, tal como os outros 37 presos, a maioria da Juventude Leonina, por crimes de terrorismo, sequestro, ofensa à integridade física qualificada, ameaça agravada e dano com violência.

Bruno Jacinto, que não estava em Alcochete na altura do crime, a 15 de maio, chegou logo depois. E evitou que o grupo onde estava Fernando Mendes fosse preso.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!