Português condenado a prisão por ter fingido ser vítima de incêndio em Londres

António Gouveia, de 33 anos, recebeu apoios de 60 mil euros.
06.09.18
Um português que recebeu apoios de 60 mil euros, enquanto fingia ser vítima do incêndio que destruiu no ano passado a torre Grenfell, em Londres, foi esta quinta-feira condenado a três anos e dois meses de prisão.

António Gouveia, de 33 anos, confessou e foi considerado culpado de ter recebido dinheiro, um computador portátil e alojamento destinados a um antigo morador daquele edifício, que ardeu em 14 de junho de 2017.

O empregado de limpeza alegou inicialmente que vivia há alguns meses no apartamento 42 do sétimo andar com uma senhora, mas esta denunciou-o como um impostor após constatar que outra pessoa estava a recolher o dinheiro e aparelho eletrónico que lhe estava destinado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!