Sub-categorias

Notícia

Alijó: Assassina vizinho por causa de piano

Os problemas entre Carlos Russo e Gilberto Rossas já duravam há mais de 20 anos e levaram, inclusive, a que os dois homens tivessem já cumprido pena de prisão. No sábado, às 20h30, envolveram-se em mais uma discussão na aldeia de Cotas, Alijó, devido à venda de um piano.
28.08.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Alijó: Assassina vizinho por causa de piano
Foto Almeida Cardoso

Os desacatos só terminaram quando Carlos, de 40 anos, pegou numa pistola e matou Gilberto, de 39, com dois tiros. A filha da vítima, de 17 anos, assistiu a tudo.

Após ter cometido o crime, Carlos foi até ao café da aldeia. Pediu uma cerveja e confessou o crime. "Chamem a GNR que eu matei o Gilberto, matei-o com dois tiros", disse o homem.

Ao que o CM apurou, Carlos tinha comprado um piano a Gilberto. O homicida dizia que lhe devia apenas 20 euros, mas a vítima garantia que ainda faltava receber 50 euros. Os dois homens, que trabalhavam na agricultura, decidiram ir a casa de Gilberto para falar com a mulher daquele e resolver a questão.

"No caminho para a nossa casa a discussão continuou. O Carlos pegou na pistola e deu um tiro no meu pai. Ele caiu no chão e ele voltou a disparar novamente, desta vez contra a cabeça. O meu pai ainda resistiu, mas morreu horas depois no hospital", contou Idália. Gilberto, que tinha ainda um filho de dois anos, tinha já estado preso por após uma discussão com Carlos ter disparado contra um cunhado daquele. O homicida, por sua vez, também já tinha sido condenado por ter tentado matar a vítima com uma máquina agrícola. "O nosso maior medo sempre foi que isto acabasse em morte", disse Idália.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
8 Comentários
  • De Para o benfiquista28.08.12
    Nota-se logo que és 1 benfiquista daqueles...Escreves em maiúsculas e só dizes asneiras. Os EUA são mesmo o melhor exemplo q podias arranjar. O país dos massacres nas escolas/cinemas, e um dos países com + criminalidade
    Responder
     
     1
    !
  • De suissa28.08.12
    mas que miseria de pais ,esse sr. que atirou a primeira vez ja nao devia ver o sol a muito tempo .mas enfim ,é esta a democracia em que vivemos ,esto tambem tem a ver com a miseria e a falta de educacao que reina no pai
    Responder
     
     2
    !
  • De xiritung28.08.12
    Tem toda a razão Sr. Benfiquista.É por isso que já nem melembro de ter havido cenas destas nos USA... Com uma pequena diferença aqui é um de cada vez, por lá é os que estiverem a jeito. Será por isso que lá é que é bom?
    Responder
     
     1
    !
  • De mara28.08.12
    o mal disto é continuarem a deixar os assassinos soltos, há assassinos que mataram, com plena consciência e estão a cumprir a pena em casa,e pode sair quando quer, isto só em portugal!! Revolta-me tanto isto :@
    Responder
     
     8
    !
  • De nelito28.08.12
    isto é o que se chama, persistência!
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub