Sub-categorias

Notícia

Apanha padre em sexo com a mulher e agride-o

Um padre de Tomar foi há duas semanas agredido por um marido, cego de ciúmes, que acabara de apanhar a sua mulher a ter relações sexuais com o pároco nas traseiras da casa do casal. O padre não apresentou uma queixa formal na GNR, mas o caso, cuja veracidade foi confirmada pelo CM, é já conhecido na cidade. E anteontem o sacerdote viu-se forçado a dar uma justificação durante a homilia – embora não tenha reconhecido a relação sexual com uma mulher casada.
25.03.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Apanha padre em sexo com a mulher e agride-o
Foto Ricardo Cabral

Na tentativa de ocultar o caso, o padre nem sequer se deslocou ao centro de saúde ou ao hospital para receber tratamento médico. No entanto, não conseguiu abafar o caso – visto que o casal envolvido vive na zona de uma das paróquias que o padre tem a seu cargo. Os motivos para o litígio entre marido e mulher rapidamente passaram para o domínio dos vizinhos e marca as conversas nos cafés o facto de o homem ter apanhado a sua mulher em flagrante com o padre, com cerca de 50 anos, a fazer sexo.

O pároco, que integra a direcção de uma instituição, garante que é tudo falso. No entanto, já se viu obrigado a dar justificações aos fiéis, dentro da igreja, na missa que celebrou na última sexta-feira à tarde. Durante longos minutos, após ver no templo uma equipa do CM, disse ter conhecimento de que havia jornalistas interessados em publicar uma notícia que corre há algum tempo no concelho. "Dizem que fui agredido e até que tive de receber tratamento hospitalar. Nada disto é verdade. Nunca fui agredido e nem tão pouco ameaçado. É uma difamação", afirmou o padre na sua homilia.

Minutos depois, o padre desvalorizou o caso ao CM, sem dar mais esclarecimentos. Entretanto, o nosso jornal tentou insistentemente contactar o Bispo de Leiria, o que não foi possível até ao fecho desta edição.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub