Sub-categorias

Notícia

Apartamentos para grávidas sem maternidade perto

Centro Hospitalar do Algarve prepara fecho da maternidade de Portimão e já tem casas para mulheres que morem a mais de 100 quilómetros de Faro.
09.07.14
  • partilhe
  • 0
  • +
Apartamentos para grávidas sem maternidade perto
Pedro Nunes, administrador do CHA, está a estudar plano para alojar grávidas do Barlavento que morem a mais de uma hora de distância da maternidade do Hospital de Faro Foto Nuno Jesus

A administração do Centro Hospitalar do Algarve (CHA) prepara-se para encerrar a maternidade do Hospital de Portimão e já tem apartamentos reservados para acolher as grávidas que morem a mais de 100 quilómetros do Hospital de Faro, apurou o CM.

As casas são destinadas a parturientes dos concelhos de Aljezur, Vila do Bispo, Lagos e alguns concelhos do Alentejo, que residam a mais de uma hora de distância da maternidade de Faro. Confrontado pelo CM, Pedro Nunes, administrador do CHA, confirmou que "a maternidade de Portimão fecha no dia em que não tiver as condições mínimas".

Assumiu que a situação "está no limite" e garante que o serviço, que tem apenas oito obstetras e seis pediatras, "não fica aberto só para fazer de conta". No entanto, Pedro Nunes frisa que está a fazer tudo para contrariar o fecho da maternidade com a contratação de mais pediatras. O diretor da Pediatria do CHA defendeu o encerramento transitório do serviço durante a noite, em julho, e o encerramento diurno em oito dos 31 dias deste mês, por existir apenas um pediatra em 12 horas. Ontem, foi anunciada uma manifestação contra o encerramento da maternidade, para sexta-feira, às 17h00, no Hospital de Portimão. Já os autarcas algarvios pediram uma reunião de urgência com o ministro da saúde, Paulo Macedo, para "esclarecer todos os problemas que existem nos centros de saúde e hospitais da região", contou ao CM Jorge Botelho, presidente da AMAL.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
8 Comentários
  • De alzira02.08.14
    que tenha vergonha esse senhor tambem esta a criar gamelo?
    Responder
     
     0
    !
  • De .24.07.14
    Tem graça, para maternidade não há dinheiro, para apartamentos já há...
    Responder
     
     0
    !
  • De José Pipo16.07.14
    Não vejo problemas destes nas unidades PRIVADAS! Ah privados, privados... Hão de conseguir DESTRUIR o nosso sistema público de saúde em menos tempo do que estavam à espera. TRISTEZA!
    Responder
     
     0
    !
  • De Paula Silva11.07.14
    Não estou a acreditar no que estou a ler, agora á apartamentos para gravidas? em vez de maternidade??' Só falta os bombeiros irem fazer os partos!! ainda querem mais nacimentos em Portugal?? com estas condições???
    Responder
     
     0
    !
  • De SARA11.07.14
    Uma vergonha!! As gravidas de Aljezur, Vila do Bispo e Monchique estão a mais de 1h e 30 de distância de Faro...e ainda querem incentivar a natalidade. Tenham vergonha!!!
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub