Sub-categorias

Notícia

Aproveita libertação para matar

Matou idosa e espancou outras duas depois de sair da cadeia em condicional.
Por Tiago Griff|09.10.17
O homem de 28 anos que está a ser julgado por matar uma idosa e espancar outras duas, nas respetivas habitações, em Faro e Olhão, para as roubar, estava na fase final da liberdade condicional, depois de ter cumprido pena de prisão por crimes de furto e agressões.

Desde 28 de agosto de 2015 que Cláudio Rodrigues, conhecido como ‘Sardinha’ em Olhão, onde vive, estava em liberdade condicional, depois de ter sido condenado a sete anos e seis meses de prisão, na sequência de três processos distintos, por crimes de furto, ofensa à integridade física, sequestro e coação. Mas nem os cerca de cinco anos que passou na prisão lhe tiraram a vontade de voltar aos crimes violentos: nos dias 22 e 23 de outubro de 2016, a pouco mais de um mês de terminar a liberdade condicional (28 de novembro), assaltou três casas, em Faro e Olhão, deixando para trás uma idosa morta e duas gravemente feridas após serem espancadas.

O primeiro ataque foi em Olhão, na casa de Cremilda Felipe, 96 anos. Aproveitou a porta aberta para entrar e depois socar a idosa várias vezes na cara até ela cair no chão, ensanguentada e inanimada. No interior, encontrou um cartão multibanco e um papel com o código de acesso. Levantou 390 euros num multibanco. No dia seguinte, na companhia do outro arguido, Pedro Couto, 20 anos, atacou a casa de Maria Santos, de 93, em Faro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub