Sub-categorias

Notícia

Autoestradas e linhas ferroviárias cortadas pelos fogos

A1, A14, A23, IC1 e linha ferroviária do Sul já reabriram.
10.08.17

Os incêndios que lavram nesta quinta-feira levaram ao corte e condicionamento de várias vias.

No incêndio de Abrantes, a A23 esteve cortada entre o nó de Abrantes Sul e Abrantes Norte, mas foi reaberta no final da noite de quinta-feira.

A Estrada Nacional 358, Estrada Municipal 544 e a Estrada Municipal 1212-1 estão interditas ao trânsito.

Segundo o site da Proteção Civil, pelas 21h30, mais de 717 bombeiros apoiados por 227 meios terrestres combatem as chamas. 

As chamas do incêndio da Mealhada obrigaram ao corte da A1 nos dois sentidos, entre o km 199 e o km 210. O troço foi reaberto por volta das 22h30.

Também a A14 esteve cortada entre o nó de Trouxemil e o nó de Ança. O troço foi reaberto por volta das 23 horas.

Por volta das 22 horas, no combate ao fogo da Mealhada estavam 408 bombeiros apoiados por 238 meios terrestres.

O incêndio de Grândola fez com a circulação da linha ferroviária do sul, entre Lousal e Canal Caveira fosse cortada. A circulação foi restabelecida ainda na noite de quinta-feira. 

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

Portugal

Violada por marido ciumento

Violada por marido ciumento

Relato da vítima às autoridades e as perícias médico-legais não deixaram dúvidas sobre o crime.

pub