Sub-categorias

Notícia

'Bruxo' tenta anular confissão no caso Máfia de Braga

Defesa requereu a nulidade do auto de interrogatório de Hélder Moreira na PJ.
13.10.17
O coletivo de juízes do Tribunal de S. João Novo indeferiu um novo requerimento apresentado por Emanuel Paulino, arguido no caso Máfia de Braga. A defesa do ‘bruxo’ requereu a nulidade do auto de interrogatório de Hélder Moreira na PJ, no qual este acusa Paulino de estrangular a vítima.

No requerimento explica que o pedido se fundamenta numa conversa entre os dois arguidos, onde Hélder Moreira terá dito que o seu advogado à data não participou na inquirição.

Alegando ser uma ilegalidade, os defensores dos arguidos solicitaram que fossem pedidos à PJ os registos de entrada e saída das instalações nesse dia. O coletivo indeferiu dizendo que "não há motivos suficientes para aceitar a nulidade".


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub