Sub-categorias

Notícia

Caçados em falso casamento

Estrangeira condenada em Braga por tentar casar por conveniência com um cidadão português.
Por João Tavares|14.01.18
Uma estrangeira foi condenada pelo tribunal de Braga a sete meses de prisão, substituída por 150 dias de multa, num total de 750 euros. Tudo porque tentou casar por conveniência com um cidadão português, de modo a obter autorização de residência em Portugal.

A mulher, que passou por várias casas de alterne e prostituição, vai ainda ser expulsa de Portugal, não podendo regressar no prazo de seis anos.

As despesas do casamento foram pagas pelo dono de um espaço de diversão noturna por onde a condenada passou. O falso noivo foi condenado a seis meses de prisão, substituída por 180 horas de trabalho a favor da comunidade.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub