Sub-categorias

Notícia

Câmaras de Gondomar e Gaia defendem proibição da venda de balões de S. João

Em Gaia, os balões em chamas têm provocado vários incêndios
Por Lusa|17.06.17
Câmaras de Gondomar e Gaia defendem proibição da venda de balões de S. João
Foto Direitos Reservados

As câmaras de Gondomar e de Gaia defendem a proibição da venda dos tradicionais balões de ar quente lançados no São João que motivaram a decisão de suspender durante mais de três horas os voos no aeroporto naquela noite.

Na reunião que decorreu na passada segunda-feira, em que foi decidida a suspensão da partida e aterragem de aviões entre as 21h45 do dia 23 e a 01h00 do dia 24 de junho pelo perigo para a segurança aeronáutica, a Câmara de Gaia disse ser "o município regista o maior número de ocorrências relacionadas com incêndios na noite de S. João porque, devido ao vento predominante de Norte/Noroeste, a generalidade das lanternas lançadas nos concelhos vizinhos acaba por cair no seu concelho".

"[A representante da Câmara de Gaia] salientou que têm vivido um drama que se repete ano após ano, com incêndios em habitações, em viaturas e até já tiveram de evacuar um lar de idosos devido a um incêndio nas proximidades", lê-se ata da reunião, a que a Lusa teve acesso, partilhando "a adoção de uma medida destinada à proibição da venda dos balões".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub