Sub-categorias

Notícia

Pena suspensa para casal milionário que vendia roupa falsa e recebia RSI

Suspeitos receberam indevidamente 40 mil euros do Rendimento Social de Inserção.
Por Lusa|10.10.17

O casal acusado de vender roupa e calçado falsificado entre 2007 e 2012, anos em que terá recebido indevidamente 40 mil euros do Rendimento Social de Inserção (RSI), foi condenado a pena suspensa, esta terça-feira, pelo tribunal de Castelo Branco.

O homem foi condenado a dez meses de prisão e a mulher a sete meses, ambos por venda e circulação de artigos contrafeitos. Os dois foram absolvidos de burla, branqueamento e fraude qualificada.

No final, o tribunal decidiu por um ano de pena suspensa para ambos. 

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 10.10.17
    Que grande novidade, maioria recebe rsi não paga impostos e ainda tem casas gratuitas da camara uma por cada familia como casam cedo constituem varias familias todos tem direito a casas , passam a viver todos juntos e alugam as outras ahahha em lisboa é assim alugam quartos a estudantes.
7 Comentários
  • De  Anónimo 11.10.17
    Aínda ontem, BMW 525d, de 2016, estacionado no espaço de incapacitados, mesmo à portinha do Lidl, uma família, com residência num bairro Gebalis! Adivinhem a etnia!
    Responder
     
     0
    !
  • De ZédaAustralia11.10.17
    Pena suspensa para estes previligiados da nossa sociedade...e esta heim?
    Responder
     
     0
    !
  • De bruno0010.10.17
    eheheh, afinal o crime sempre compensa... ai Portugal, Portugal...
    Responder
     
     0
    !
  • De  Anónimo 10.10.17
    Pelo menos foram condenados a devolver o dinheiro do RSI?
    Responder
     
     0
    !
  • De Mamie10.10.17
    Quem aposta que eram de raça cigana?
    André Ventura não desistas por favor. Isto não é racismo nem xenofobia é só constantar a realidade
    Responder
     
     4
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub