Sub-categorias

Notícia

150 pessoas retiradas de aldeias atingidas pelo fogo

Operação em curso para evacuar zonas de Góis e Pedrógão Grande.
20.06.17
O incêndio no concelho de Góis chegou à União de Freguesias de Cadafaz e Colmeal, depois de estar "praticamente dominado" na freguesia de Alvares, informou o município, falando numa "situação grave que pode passar a ser gravíssima".
Bombeiros heróis lutam contra o inferno das chamas

"Nós temos uma situação grave e se calhar pode passar a ser gravíssima porque o incêndio passou de Pampilhosa da Serra. Ficou praticamente dominado na freguesia de Alvares [em Góis], mas passou do concelho de Pampilhosa da Serra para uma outra freguesia do concelho de Góis e neste momento lavra com alguma intensidade", disse à agência Lusa a presidente da Câmara de Góis, Lurdes Castanheira.

O município de Góis faz fronteira com Pedrógão Grande e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e com o concelho da Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, para onde as chamas progrediram, após deflagrarem no sábado, em Fonte Limpa.

No entretanto, e já ao final da tarde desta terça-feira, o secretário de Estado da Administração Interna confirmou que, apesar da melhoria das condições do combate ao incêndio, 150 pessoas tiveram de ser retiradas da zona atingida pelas chamas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub