Sub-categorias

Notícia

CM exige ação contra ‘Macaco’

Direção CM/CMTV envia carta ao Governo a exigir medidas.
Leia a carta enviada pelo CM e pela CMTV à Ministra da Administração Interna
O CM e a CMTV exigem uma atuação do Governo no sentido de investigar e punir os graves incidentes ocorridos na quarta-feira contra os seus jornalistas no Tribunal de Guimarães, onde decorre o julgamento da ‘Máfia da Noite’ e que tem Pinto da Costa entre os arguidos. Em carta enviada à ministra da Administração Interna, Constança de Sousa, e ao primeiro-ministro, António Costa, assinada pelo diretor do CM e CMTV, Octávio Ribeiro, é exigido que o equipamento furtado - pelo menos um microfone da CMTV - seja imediatamente restituído aos seus legítimos proprietários. Na missiva, é apontado o nome do indivíduo que exibiu o micro nas redes sociais após o furto, Fernando Madureira, conhecido por ‘Macaco’ na claque dos Super Dragões. É ainda indicada a morada do referido indivíduo, caso as forças policiais a desconheçam. "O episódio ocorrido em Guimarães envergonha-nos a todos, como portugueses e como cidadãos de um País que se presume Livre e Democrático", é afirmado na carta.

Também as ameaças feitas à jornalista Tânia Laranjo e à sua filha são sublinhadas e é requerido ao Estado que seja salvaguardada a sua segurança física.
"A jornalista Tânia Laranjo foi mesmo tornada numa espécie de inimiga da ‘corte’, instigando-se ao ódio e à perseguição da mesma por entre os referidos ‘súbditos’, para os quais é agora persona non grata, correndo até perigo de vida, assinala a direção do CM e da CMTV. Nesse sentido, é requerida urgente proteção policial para Tânia Laranjo e a sua filha".

Uma carta com idêntica exposição de factos e preocupações sobre o clima de impunidade vivido por alguns elementos daquela claque vai ser enviada para a procuradora-geral da República.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De amart17.02.17
    Mas onde está a admiração? Passou-se no Norte de Portugal, onde a Mafia actua e, onde a polícia evita meter-se em situações onde no resto do país são reprimidas...
1 Comentário
  • De amart17.02.17
    Mas onde está a admiração? Passou-se no Norte de Portugal, onde a Mafia actua e, onde a polícia evita meter-se em situações onde no resto do país são reprimidas...
    Responder
     
     3
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub