Sub-categorias

Notícia

Comandante trava registos da tragédia de Pedrógão Grande

Relatório de Comissão Independente aponta falhas em toda a estrutura da Proteção Civil.
Por Luís Oliveira e João Carlos Rodrigues|13.10.17
O atual comandante da Proteção Civil deu ordem para parar o registo de informações na fita de tempo no Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO) quando o número de mortos do fogo de Pedrógão começou a ser conhecido.
Cronologia da tragédia de Pedrógão Grande

"Por este motivo, as informações registadas podem ter impedido que se conheça completamente o que se passou", conclui a Comissão Técnica Independente, que ontem entregou o relatório sobre a tragédia que vitimou 64 pessoas.

"É excecional que tenha havido uma decisão do 2º Comandante Operacional Nacional Albino Tavares [atual número 1 da ANPC, após a demissão de Rui Esteves] às 04h56 de 18 de junho, ordenando que os operadores de comunicações não deveriam registar mais informações acerca dos alertas que ali recebiam", lê-se no relatório.

Albino Tavares justifica a decisão com o excesso de informação recebida.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub