Sub-categorias

Notícia

Condenado a 12 anos por desfalque

Escriturário desviou 1,7 milhões de euros do Estado.
Por Luís Oliveira|20.05.17
Condenado a 12 anos por desfalque
Osvaldo Pires, que agora respira com auxílio de uma máquina, foi condenado Foto Nuno André Ferreira
Um antigo funcionário da Conservatória do Registo Predial de Viseu e do Cartório Notarial foi condenado, esta sexta-feira, a 12 anos de prisão por ter desviado mais de 1,7 milhões dos dois serviços, entre 2002 e 2012.

Osvaldo Pires foi julgado em dois processos. No da Conservatória do Registo Predial de Viseu, foi condenado pelos crimes de peculato, falsificação de documentos, falsidade informática e branqueamento de capitais.

No processo do Cartório, em que trabalhou antes de ir para a Conservatória, Osvaldo foi condenado por peculato, falsificação de documentos e branqueamento de capitais.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub