Sub-categorias

Notícia

Condutora tira vida a estudante e foge

João José Clode, estudante de Engenharia Civil de 25 anos, foi festejar a Passagem de Ano com um amigo ao Terreiro do Paço, em Lisboa. No regresso, já pelas 04h00 de terça-feira, o grupo atravessou a estrada na avenida da Ribeira das Naus momentos antes de um BMW 118 surgir a alta velocidade. João José foi o único atingido do grupo – saiu do local em estado crítico. E a condutora fugiu – foi apanhada pela polícia meia hora depois.
03.01.13
Condutora tira vida a estudante e foge
João José Clode (à esquerda) foi atropelado na madrugada de Ano Novo, na avenida Ribeira das Naus. Faleceu horas depois nas Urgências do Hospital de São José Foto Vítor Mota

Transportado para as Urgências do Hospital de São José, o estudante de Engenharia Civil acabou por falecer ao princípio da manhã. Uma mulher de 30 anos estava ao volante do BMW que causou o acidente. Quando fugiu do local, deixou ficar para trás um espelho retrovisor partido, de cor preta. Mal tomaram conta da ocorrência, os agentes da Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa repararam no objeto e usaram-no na investigação.

Em poucos minutos foi possível à PSP apurar as principais características da viatura, que foram difundidas para todo o Comando de Lisboa. Uma patrulha de serviço na rua da Saudade, na zona da Costa do Castelo, encontrou pelas 04h30 um automóvel sem um dos espelhos retrovisores e com o vidro do pára-brisas danificado. Depressa o carro foi ligado ao atropelamento de João José Clode.

Em redor do veículo estavam pelo menos outras duas viaturas, que foram abalroadas pelo BMW. E, no interior deste, a condutora dormia. Interrogada pela PSP, afirmou de imediato não se recordar do atropelamento, ou de ter abalroado outras viaturas. Recusou fazer o teste de alcoolemia no local e foi levada ao hospital, onde lhe recolheram sangue para o efeito. Os resultados serão conhecidos daqui a um mês. O BMW ficou apreendido para peritagens e o processo baixou a inquérito. A suspeita está, para já, constituída arguida.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
21 Comentários
  • De 190404.01.13
    Os que aqui criticam a assassina, são os mesmos que criticam as OPERAÇÕES STOP... Estas só existem porque estes casos são aos milhares diariamente. Felizmente nem sempre matam alguém.
    Responder
     
     2
    !
  • De Pablo Bessa04.01.13
    Nessa mesma noite era o 3º caso a entrar no hospital de S. José pelo mesmo motivo. Este rapaz foi o último a entrar. Ainda bem que apanharam a criminosa.Alguem que está conduzir embriagada, é criminosa.
    Responder
     
     1
    !
  • De isilda soromenho03.01.13
    Porque será que omitiram a identidade da condutora?
    Responder
     
     12
    !
  • De Pablo03.01.13
    Eu vi a entrada deste jovem nas urgências do Hospital. Estava lá porque na mesma noite aconteceu o mesmo com a minha irmã. Atropelamento e fuga. Nessa mesma noite era o 3º caso a entrar no hospital de S. José.
    Responder
     
     1
    !
  • De Zé da Australia03.01.13
    Um mes para analise ao sangue? E entretanto eu e a minha familia vamos continuar a partilhar a estrada com esta assassina?
    Responder
     
     15
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub