Sub-categorias

Notícia

Cristina Azevedo corrida por causa de Ricardo Rio

Contratação de um militante do PSD não caiu bem no PS de Braga e de Guimarães.
Por Secundino Cunha|15.10.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Cristina Azevedo corrida por causa de Ricardo Rio
Foto Lusa
Cristina Azevedo, a primeira presidente da Fundação Cidade de Guimarães (FCG), entidade responsável pela Capital Europeia da Cultura, disse ontem, em tribunal, que foi afastada do cargo por causa da contratação do economista Ricardo Rio, que na altura era vereador do PSD na Câmara de Braga.
"A partir daí, as coisas nunca mais foram iguais e, pouco tempo depois, o então presidente da Câmara de Guimarães, António Magalhães, retirou- -me a confiança política", disse Cristina Azevedo, que reclama uma indemnização superior a 400 mil euros.

A contratação de Ricardo Rio, que recebeu 35 mil euros por seis meses de trabalho, não caiu bem nos dirigentes do PS de Braga e de Guimarães. O próprio presidente da Câmara de Braga de então, Mesquita Machado, terá dado conta a António Magalhães da "incompreensão dos socialistas" perante a contratação para a Capital Europeia da Cultura de um destacado militante do PSD.

Perante as enormes pressões recebidas, o socialista António Magalhães tentou forçar Cristina Azevedo a romper o contrato com Rio. A presidente da FCG diz que, por não o ter feito, viu ser-lhe retirada a confiança política e abrir-se o caminho à sua destituição do cargo.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub