Sub-categorias

Notícia

"Deputados não vieram porque não tenho maricas"

A ausência de qualquer deputado na assinatura do protocolo de colaboração entre o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a empresa de painéis solares RPP Solar, levou o empresário Alexandre Alves a criticar os políticos, considerando que estão mais interessados em debater os problemas das escutas no âmbito do processo ‘Face oculta’ e os direitos dos homossexuais.
15.06.10
  • partilhe
  • 0
  • +
"Deputados não vieram porque não tenho maricas"

O empresário, também conhecido por ‘Barão Vermelho’, promotor do investimento, disse na última segunda-feira, em Abrantes, ter convidado todos os deputados para a cerimónia, onde foi anunciado que a RPP Solar vai receber 128 milhões de euros de incentivos fiscais e financeiros para criar emprego e dar formação. “Convidei os deputados todos e não puseram cá os pés. Têm mais que fazer. Aqui não tenho escutas para resolver. Não tenho maricas aqui ao pé de mim”, disse. 

“É preciso que os políticos percebam a importância do investimento, em vez de estarem ali no Parlamento horas, dias, semanas e meses a discutir (os problemas) a avozinha”, referiu Alexandre Alves, no final da assinatura do protocolo, em que esteve presente o secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional, Valter Lemos. 

O empresário adiantou: “Mas, a luta política é mais importante. Ver se o primeiro-ministro mentiu ou não. Vejam o que é que isso a mim me interessa, se isto é um País de mentirosos. De cima para baixo e de baixo para cima. Não vale a pena estar aqui a discutir o que é uma mentira. Meia verdade é uma mentira? Se eu entrar nisso, sou igual a eles”. 

O promotor do investimento em painéis solares referiu ainda que “não está nada satisfeito com o ritmo do Governo” na aprovação dos apoios financeiros à empresa, através da QREN e de isenções fiscais, apesar dos esforços da actual e do anterior presidente da Câmara de Abrantes para ajudar a desbloquear o processo. 

O anterior presidente da autarquia, Nelson Carvalho, vai ser o director de Formação e Grandes Projectos da RPP Solar, anunciou Alexandre Alves. No último mandato do autarca foi aprovada a cedência por “um preço simbólico” dos terrenos para a instalação da empresa, que foi isentada do pagamento de taxas urbanísticas municipais. 

Alexandre Alves revelou ainda a sua estratégia para atrair clientes estrangeiros: “Como incentivo trazemos os clientes de férias a Abrantes. Ficam ali no hotel, a ver o Tejo e vão aos bons petiscos do Alberto”.

Conheça todos os pormenores do protocolo assinado entre o empresário e o Instituto de Emprego e Formação Profissional na edição papel de hoje do jornal 'Correio da Manhã'.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub