Sub-categorias

Notícia

Dois inspetores da PJ acusados de tráfico de droga, corrupção e associação criminosa

Carlos Dias dos Santos e Ricardo Macedo em processo que também envolve um militar da GNR.
Por Lusa|17.04.17
  • partilhe
  • 1
  • +
Dois inspetores da PJ acusados de tráfico de droga, corrupção e associação criminosa
Ricardo Macedo (à esquerda) e Dias Santos (à direita) são os dois inspetores da PJ acusados de tráfico de droga Foto Manuel Salvado e Jorge Paula
O Ministério Público (MP) acusou 29 arguidos por tráfico de droga, associação criminosa e corrupção, na 'Operação Aquiles', considerando "particularmente graves" as condutas de Carlos Dias dos Santos e Ricardo Macedo, por serem inspetores da Polícia Judiciária.

No despacho de acusação, o MP considera que as condutas dos arguidos Carlos Dias dos Santos, coordenador de investigação criminal reformado, e de Ricardo Macedo, inspetor-chefe ainda no ativo, "violaram a fidelidade reclamada pela sua qualidade de inspetores da PJ e infringiram as regras e exigências de legalidade, objetividade, imparcialidade e independência".

Carlos Dias dos Santos e Ricardo Macedo estão acusados de tráfico de droga agravado, associação criminosa com vista ao tráfico e corrupção passiva para prática de ato ilícito.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub