Emigrante volta a casa para morrer queimado

José Amorim estava em Portugal há oito dias. PJ ainda não descarta hipótese de crime.
Por Tiago Virgílio Pereira|31.08.18
José Amorim estava há oito dias em Portugal a tratar dos papéis da reforma depois de uma vida de trabalho passada quase toda em França. Mas, esta quinta-feira de manhã, o homem, de 70 anos, foi encontrado carbonizado dentro da carrinha a poucos metros de casa, na localidade de Pousadinhas, Guarda.

A Polícia Judiciária está a investigar a morte e, para já, a hipótese mais forte aponta para um acidente. Algo provocou o incêndio e o homem não conseguiu sair da carrinha, acabando por morrer carbonizado. Porém, a investigação não está fechada e o resultado da autópsia poderá trazer novos dados.

Emigrante volta a casa para morrer queimado
O alerta foi dado pelas 08h30. Quando os Bombeiros Voluntários da Guarda chegaram ao local encontraram a viatura tomada pelas chamas. O fogo propagou ao mato adjacente e foi necessário ativar a ajuda de um meio aéreo, um helicóptero ligeiro para realizar descargas no local. "O nosso trabalho foi sobretudo de consolidação e rescaldo", avançou o bombeiro Luís Espada, responsável pelas operações. A GNR foi depois chamada a tomar conta do caso, mas, por haver uma morte, foi a PJ que assumiu a investigação.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!