Sub-categorias

Notícia

Escrivão tinha armas e crachá

Ex-funcionário judicial foi detido por violência doméstica.
Por João Tavares|11.02.18
Uma investigação da PSP de Lisboa culminou na detenção de um homem de 61 anos sobre quem recaíam suspeitas de violência doméstica. Quando a polícia entrou na casa do homem, um funcionário judicial aposentado, encontrou um grande número de armas, bem como objetos relacionados com as autoridades, nomeadamente um bastão policial, algemas e um crachá da Polícia Judiciária. A polícia investiga a origem destes objetos.

O homem, já com antecedentes por violência doméstica, voltou a ser alvo de investigação pelo mesmo crime, que tem como vítima a própria mulher. Na quinta-feira, pelas 08h00, a PSP, munida de mandado de busca e apreensão, bateu à porta da residência na freguesia de Oeiras e São Julião da Barra e deteve o suspeito. Na residência, os agentes da Divisão de Investigação Criminal da PSP de Lisboa encontraram ainda várias armas, nomeadamente um revólver de calibre .357, uma pistola .22, uma espingarda caçadeira, quatro latas de gás pimenta e ainda uma soqueira. Para ‘alimentar’ as armas de fogo foram ainda encontradas quase 400 munições de diversos calibres.

Na sexta-feira, dia seguinte à detenção, o agressor – que até se reformar exerceu funções como escrivão num tribunal da zona da Grande Lisboa – foi presente a um juiz, que determinou que aguarde o desenrolar deste processo em liberdade. Ainda assim, ficou obrigado a apresentar-se semanalmente na PSP e proibido de ter qualquer contacto com a vítima.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!