Escuteiro morre em procissão

Chefe de agrupamento sofre ataque fulminante.
Por Mónica Ferreira|08.09.15
  • partilhe
  • 0
  • +
Escuteiro morre em procissão
Amadeu Teixeira, chefe do agrupamento de Escuteiros, morreu aos 53 anos Foto DR
Um ataque cardíaco tirou a vida a Amadeu Teixeira, chefe do agrupamento 557 do Corpo Nacional de Escutas. O homem, de 53 anos, morreu durante a procissão da Nossa Senhora dos Remédios, domingo à tarde, em Milhundos, Penafiel, à frente de centenas de fiéis.

"Perdemos alguém muito sereno e sempre muito empenhado em servir a comunidade. A cidade fica mais pobre", afirmou ao CM Micael Cardoso, presidente da Junta de Penafiel.

Amadeu Teixeira estava a auxiliar a organização da procissão e caiu inanimado. Apesar das manobras de reanimação, levadas a cabo por fiéis que assistiam ao desfile religioso e pelos bombeiros, a vítima não resistiu.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!