Sub-categorias

Notícia

Espião português acusado em Itália

Carvalhão Gil está preso em casa.
Por Sérgio A. Vitorino|09.10.17
Frederico Carvalhão Gil, o espião de topo do SIS detido em maio de 2016 em Roma quando se preparava para entregar documentos secretos da Nato a um elemento da secreta russa, vai também ser acusado pela Justiça italiana. O português, de 58 anos, já foi acusado pelo Ministério Público português de espionagem, corrupção e violação do segredo de Estado. Itália vai imputar-lhe um crime relacionado com a tentativa de divulgação de documento secreto.

O espião russo, Sergey Nicolaevich Pozdnyakov, também acusado em Portugal, já recebeu a notificação da procuradoria de Roma de que a investigação está concluída. Segue-se a acusação italiana. Este homem, que está com paradeiro desconhecido desde que foi libertado pelo tribunal de Roma, terá entregue entre 2010 e 2015 mais de 70 mil euros ao espião do SIS. Este, em contrapartida, terá entregue segredos da Nato e do Estado português.
Os investigadores portugueses e italianos reuniram-se várias vezes e realizaram a operação em conjunto.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub