Sub-categorias

Notícia

Eucaliptos já crescem junto à ‘estrada da morte’

Nas bermas da EN236 as árvores foram cortadas.
Por Isabel Jordão|14.02.18
As bermas da EN236, entre Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, onde há sete meses dezenas de pessoas morreram a fugirem das chamas, começam a mudar de cor. A faixa de proteção criada após o incêndio de 17 de junho garante uma zona livre de árvores ou arbustos, mas o verde vai surgindo por entre o negro naquela que ficou conhecida como a ‘estrada da morte’.

"O Estado diz que não deixa as árvores encostarem-se à estrada, vamos lá ver como é", diz Eduardo Cunha, morador em Pobrais, pouco crente nas novas medidas.

Em Várzeas, Eduardo Augusto também duvida que as zonas limpas em redor das casas se tornem uma realidade. "Não acredito que as câmaras arranjem verbas, mas deviam ser obrigadas a mandar cortar as árvores à volta das povoações".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!