Sub-categorias

Notícia

Exames de condução com curso de socorros

Governo quer reduzir as mortes em 32%, de 60 para 41 por milhão de habitantes.
Por José Carlos Marques|21.04.17
  • partilhe
  • 9
  • +
Os candidatos a tirar a carta de condução num futuro próximo deverão ter de fazer um curso de primeiros socorros e suporte básico de vida durante a formação que os habilita a conduzir. A medida - que também deverá passar pela criação destes cursos no ensino secundário - está entre as 108 incluídas no novo Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020), apresentado ontem após a reunião do Conselho de Ministros.

Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, apresentou o que considera ser "um plano ambicioso" que tem por principal objetivo reduzir a sinistralidade nas estradas portuguesas. A meta é chegar, em 2020, a uma taxa de 41 mortes anuais por milhão de habitantes, um recuo de 32% em relação às 60 mortes verificadas em 2015 - o último ano com dados consolidados - e de 56% em relação a 2010, em que se registaram 93 mortos por cada milhão de habitantes, segundo os dados da ANSR. Comparando valores absolutos, em 2015 morreram 593 pessoas nas estradas; em 2010 foram 937.

As medidas do Governo para travar a sinistralidade passam também pela adoção de um programa nacional de combate à condução sob efeito do álcool. O Governo prevê dois outros programas que visam reduzir a mortalidade dos peões (146 no ano de 2015) e os casos que se têm repetido de acidentes com tratores, que têm uma incidência de mortes ou ferimentos graves muito elevada.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub