Família de vítima recebe 793 mil €

Arguida tem um ano de prisão, suspensa, por morte de mulher.
Por Nelson Rodrigues|20.12.15
  • partilhe
  • 0
  • +
Família de vítima recebe 793 mil €
Ana Margarida Martins tinha 41 anos quando morreu ao ser colhida por um carro, na berma da estrada. Vítima seguia com os dois filhos de bicicleta, em Gravanço Foto José Moreira
Ana Margarida Martins, 41 anos, foi mortalmente colhida quando seguia de bicicleta com os filhos numa estrada de Gravanço, em Águeda, na tarde de 6 de janeiro de 2013. A condutora do automóvel, que atingiu a vítima, tinha sido condenada, em primeira instância, a pagar uma multa de 1200 euros por homicídio por negligência.

O procurador do Ministério Público recorreu da decisão e a Relação do Porto condenou agora a arguida a um ano de cadeia com pena suspensa. Terá ainda de indemnizar a família em 365 mil euros por danos sofridos com a morte. Já a seguradora foi condenada a pagar mais de 428 mil euros ao marido de Ana Margarida e aos dois filhos – Ana Carolina e Carlos André, atualmente com oito e 12 anos.

Para agravar a pena e a indemnização a pagar pela seguradora – que em primeira instância, no Tribunal de Águeda, tinha sido condenada a pagar 380 mil euros –, foi valorado "o modo distraído e sem contacto visual permanente com a via de trânsito", em que a arguida, de 26 anos, circulava. A mulher assumiu mesmo que estava a limpar o vidro do carro, que estava embaciado no momento do acidente.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!