Sub-categorias

Notícia

Filme de sexo na net trama filho de Ágata

Tribunal não provou que Marco de Sousa Caneira tenha publicado vídeo e penaliza-o por falhar no dever de o guardar bem.
Por Sérgio A. Vitorino|26.11.16
Marco de Sousa Caneira, 36 anos, filho da cantora Ágata, foi condenado pelo Supremo Tribunal de Justiça a indemnizar em 10 mil euros uma antiga namorada depois de um filme de sexo caseiro feito de forma consentida pelos dois ter ido parar, sem conhecimento ou aprovação da rapariga, a várias páginas da internet dedicadas ao negócio da pornografia.

Segundo o acórdão, não ficou provado que tenha sido Marco de Sousa Caneira a publicar o vídeo na ‘net’. Mas, ao deixar as imagens saírem do seu computador, "violou negligentemente o dever de conservar o vídeo, em termos de o mesmo não ter divulgação por terceiros, para além da autora e do réu". Tem de indemnizar a vítima em 10 mil euros por danos não patrimoniais. Fica por se saber como as imagens acabaram na ‘net’.

O vídeo foi feito, em Lisboa, antes de 2007. O casal terminou nesse ano um namoro durante o qual se filmaram a fazer sexo. A mulher, da mesma idade e atualmente profissional na área médica, só consentiu porque o filme se destinava "a ser exclusivamente utilizado na intimidade do casal". O vídeo, de dez minutos, foi colocado, em 2007, a circular em páginas de pornográficas - primeiro no site youporn.com. Ainda se mantém em algumas delas.


Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub