Sub-categorias

Notícia

Furta carteiras e computadores em universidades de Lisboa

Homem perseguido por alunos da Lusíada após crime.
Por Sérgio A. Vitorino|07.12.17
Um homem de 41 anos, já com prisão cumprida por furtos, passou os últimos tempos a entrar em universidades, centros de saúde e laboratórios de análises clínicas que funcionam de porta aberta, em Lisboa, e furtava o que conseguia, principalmente dinheiro, computadores e passes de transportes públicos.

Foi detido pela PSP quando era perseguido na rua por alunos da Universidade Lusíada. Instantes antes tinha entrado na universidade e deambulado até encontrar a carteira de uma aluna que estava na casa de banho. A jovem cruzou-se com o homem à porta da sala de aulas e estranhou. Viu logo a mala remexida, faltando-lhe 30 euros e dois passes da Carris.

Numa busca à casa do suspeito, foram encontrados um computador, um telemóvel, dois discos externos e um outro passe em nome de outro aluno. Todos os bens - avaliados em mais de 700 euros - tinham sido dados como furtados em universidades.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub