Sub-categorias

Notícia

GNR caça assassino em fuga

Fugiu da cadeia de Pinheiro da Cruz há 1 ano. Cumpria 21 anos por homicídio.
Por Ana Palma e Miguel Curado|14.09.17
Condenado a uma pena de prisão de 21 anos por homicídio, o criminoso encontrava-se em fuga há cerca de um ano, altura em que se evadiu da cadeira de Pinheiro da Cruz. Foi capturado ontem de manhã pela GNR, em S. Bartolomeu de Messines, no concelho de Silves, momentos depois de sair de um autocarro. A Direção-Geral dos Serviços Prisionais confirmou ao CM que o recluso não voltou à cadeia depois de uma saída precária.
GNR caça assassino em fuga

Segundo o CM apurou, foi o comportamento que traiu Pedro Abreu Paiva. O fugitivo, de 45 anos, oriundo da zona de Lisboa, não conseguiu disfarçar o nervosismo quando se apercebeu da presença de militares. Quando estes o intercetaram para o fiscalizar e lhe pediram a identificação, exibiu documentação que se verificou ser falsa.

Num primeiro momento, os militares terão suspeitado de que o homem poderia ser um traficante de droga, uma vez que muitos recorrem aos transportes públicos para se deslocarem de Lisboa para o Algarve, mas as diligências posteriores confirmaram que se tratava de um perigoso cadastrado.

O crime que levou Pedro Paiva a Pinheiro da Cruz foi cometido em Lisboa, sabe o CM. Após a fuga, o evadido terá fugido para o estrangeiro, onde se terá mantido durante algum tempo, escondido. Terá regressado recentemente ao nosso país e, depois de uma passagem pela zona de Lisboa, apanhou um autocarro em direção ao Algarve, onde terá pensado estar mais seguro.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub