Sub-categorias

Notícia

Grupo de 22 mediuns junta-se no Facebook para procurar Maëlys

Menina lusodescendente está desaparecida há 19 dias. Autoridades reduziram o efetivo das buscas.
Por J.C.M.|13.09.17
Dezanove dias depois, continua a não haver sinais de onde possa estar Maëlys Araújo. O suspeito detido pelas autoridades mantém a declaração de inocência e pouco tem ajudado as autoridades francesas a encontrar a menina. No terreno, prosseguem as buscas nos lagos e montanhas da região onde a menina desapareceu, mas o efetivo foi reduzido. A menina de nove anos foi vista pela última vez num casamento em Pont-de-Beauvoisin, a 80 km de Lion, no dia 3 de setembro.

Mas se o esforço das autoridades parece não dar resultados, também as ajudas do campo paranormal se têm revelado pouco eficazes. A família pediu a ajuda do medium português Fernando Nogueira, conhecido como o 'Bruxo de Fafe', mas a experiência não terá corrido bem.

Ainda assim, o jornal Dauphine Libéré dá conta que 22 mediuns se juntaram num grupo de Facebook para tentar ajudar a localizar a menina. O grupo não quer revelar quais as identidades dos seus membros, mas uma das fundadora conta o jornal francês o que os levou a tomar tal iniciativa. ""Tentei ignorar o caso, porque sou mãe de três filhos, mas um amigo médium pediu-me ajuda. Então, pareceu-me óbvio que tudo tinha que ser feito para encontrá-la. Criei este grupo para juntar pessoas e ser mais poderoso. Compartilhamos, confrontamos e cruzamos tudo".  A medium garante que os relatórios que sintetizam as intuições "já foram enviados por três vezes" para a polícia". Mas os resultados ainda estão por apurar. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

Cm ao Minuto

Detido por atacar sete taxistas

Detido por atacar sete taxistas

Homem, detido pela Investigação Criminal da PSP de Lisboa, viajava sempre no banco traseiro e agarrava os motoristas por trás.

pub