Homem acusado de burlas na internet em silêncio durante julgamento

Arguido, acusado de burla qualificada, terá enganado mais de 30 pessoas, em mais de cinco mil euros.
Por Lusa|15.02.18
  • partilhe
  • 2
  • +

Um homem acusado de ter burlado mais de 30 pessoas, através de vendas "fictícias" na internet, recusou-se hoje a prestar declarações durante a primeira sessão do julgamento, que decorreu no Tribunal da Comarca Lisboa Norte, em Loures.

O arguido, de 23 anos, publicou na internet, entre julho de 2012 e setembro de 2013 e sob identidades falsas e indicando vários contactos, anúncios para a venda de acessórios para automóveis, com preços entre 40 e 500 euros, segundo refere a acusação do Ministério Público.

Os interessados entravam em contacto com o arguido, na altura residente no concelho de Torres Vedras, por e-mail ou mensagem de telemóvel, para obterem informações. Quando demonstravam interesse na aquisição dos artigos, recebiam indicações para procederem à transferência bancária do valor combinado, mas nunca chegavam a receber a mercadoria.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!