Sub-categorias

Notícia

Homem tenta apalpar rabo a agente da PSP

Suspeito agrediu polícia que tentava defender a colega de patrulha.
Por Nelson Rodrigues|17.02.17
Um homem de 37 anos foi detido pela PSP depois de ter lançado piropos "de natureza imunda" e ter tentado apalpar o rabo a uma agente que integrava uma patrulha chamada para pôr fim a uma contenda numa discoteca, ontem de madrugada, em Vila Real.

A situação ocorreu às 06h00 de ontem, depois de o dono da discoteca Duplex ter chamado a polícia, uma vez que um dos clientes tinha consumido 100 euros em bebidas alcoólicas e queria deixar o espaço sem pagar.

Quando os dois agentes – um homem e uma mulher – tentavam levá-lo para a esquadra para o identificar, já que não tinha qualquer documento, surgiram no local dois homens, de 28 e 37 anos, irmãos do suspeito. Foi nesse momento, fora do espaço de diversão, que começaram os confrontos entre os homens e a PSP.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De !17.02.17
    Licença de abertura e funcionamento até as 06h00 da manha !?... Pois o Policia que os aguente
2 Comentários
  • De  Anónimo 17.02.17
    Um pais de gente mal formada. Mas a psp também tem alguma culpa nisso tem elementos que em nada abonam nos bons principios, referencias é preciso.
    Responder
     
     0
    !
  • De !17.02.17
    Licença de abertura e funcionamento até as 06h00 da manha !?... Pois o Policia que os aguente
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

Exclusivos

Pedro Dias matou a sangue frio

Pedro Dias matou a sangue frio

Perita diz que homicida apontou sempre à cabeça. No caso de Liliane, já estava inanimada quando foi atingida pela segunda vez.

Exclusivos

Predador do Facebook ataca 12 meninas

Predador do Facebook ataca 12 meninas

Rui P. aliciou crianças desde os oito anos a enviarem-lhe fotos e vídeos de cariz sexual, tendo tido encontros sexuais com a maioria das vítimas.

pub