Sub-categorias

Notícia

Incendiário não pode sair de casa no verão

Ex-bombeiro apanha quatro anos, pena suspensa, por fogo em Oliveira de Azeméis.
Por Sérgio Pereira Cardoso|13.02.18
O Tribunal de Santa Maria da Feira condenou, esta segunda-feira, a quatro anos de prisão, em pena suspensa, um antigo bombeiro de Oliveira de Azeméis que estava acusado de ter ateado três incêndios florestais, em 2016. Fernando Bastos, de 46 anos, fica ainda sujeito a obrigação de permanência na habitação - com pulseira eletrónica -, entre os dias 1 de julho e 30 de setembro. 
Incendiário não pode sair de casa no verão


Durante a leitura do acórdão, a juíza presidente disse que o tribunal deu como provado apenas um dos três crimes de incêndio florestal. A suspensão da pena fica sujeita a regime de prova, que incluirá a obrigação de o arguido continuar o tratamento ao consumo de álcool.

Durante o julgamento, Fernando Bastos negou tudo, apesar do depoimento de várias testemunhas que dizem tê-lo visto próximo de locais onde ocorreram os incêndios. O homem disse ainda que foi bombeiro na década de 1990, tendo sido expulso da corporação após uma condenação a três anos de prisão efetiva, por um incêndio florestal. Garantiu que não sente atração pelo fogo.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!