Sub-categorias

Notícia

"Já o matei, trata da minha mãe"

David Oliveira diz que esfaqueou o padrasto para defender irmão.
Por Nelson Rodrigues|18.10.16
"Já o matei, trata da minha mãe"
Arguido foi detido e levado a primeiro interrogatório judicial, há cerca de um ano. Ficou preso na cadeia de Custoias Foto CMTV
David Oliveira, de 29 anos, confessou esta segunda-feira ao coletivo de juízes do Tribunal de S. João Novo, Porto, que esfaqueou o padrasto após o homem ter perseguido o irmão com uma faca, a 26 de setembro do ano passado, em Campo, Valongo. "Nós envolvemo-nos numa luta e caímos ao chão. Dei-lhe a facada sem querer. Foi a faca que se espetou no meio da confusão", afirmou.

A vítima, José Ferreira, foi golpeada sete vezes nas costas, na barriga e na parte lateral do corpo, tendo ficado em estado crítico - refere o Ministério Público que o homem só conseguiu sobreviver devido à rápida intervenção dos bombeiros.

David Oliveira, que responde por tentativa de homicídio e está preso na cadeia de Custoias, em Matosinhos, terá agido para defender a família do padrasto, que perseguia constantemente a mãe e os irmãos. Quando foi golpeado, José Ferreira estava alcoolizado. "Vi o início da confusão, mas não vi quando o David deu as facadas no ‘Mondego’ [alcunha de José Ferreira]. No final, ele disse para um amigo ‘Matei-o, toma conta da minha mãe’ e foi detido pela GNR", disse um vizinho do arguido em tribunal.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 18.10.16
    Este rapaz merecia uma medalha, vai parar a prisão por ter salvo a família dum monstro como muitos que andam por ai.
1 Comentário
  • De  Anónimo 18.10.16
    Este rapaz merecia uma medalha, vai parar a prisão por ter salvo a família dum monstro como muitos que andam por ai.
    Responder
     
     2
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub