Sub-categorias

Notícia

Juiz condenado por mentir em tribunal

Movido por ciúme, quis vingar-se da ex-companheira e prestou falsas declarações.
Por Secundino Cunha|17.05.17
O juiz Vítor Manuel da Costa Vale foi ontem condenado pelo Tribunal da Relação de Guimarães a 400 dias de multa, à taxa de 20 euros por dia (um total de 8 mil euros), por ter prestado falsas declarações num julgamento em que era testemunha.

O magistrado, colocado no Tribunal de Famalicão, mentiu em tribunal na tentativa de se vingar da ex-companheira, Maria Alexandra Martins, por se recusar a aceitar a rutura da relação. Terá de pagar também uma indemnização cível de cinco mil euros.

Quando vivia com Maria Alexandra, Vítor Vale era homem de confiança do pai da companheira. Quando ficou doente, foi Vítor quem o ajudou a elaborar o testamento, colocando Alexandra como única herdeira, já que o irmão era toxicodependente e o pai temia que ele destruísse a fortuna na droga.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Manuel17.05.17
    Só!!!!!!!!!!!!!!!!
1 Comentário
  • De Manuel17.05.17
    Só!!!!!!!!!!!!!!!!
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub