Sub-categorias

Notícia

Pinto da Costa admite ter contratado seguranças

Presidente do FC Porto explica seguranças pelo receio de se sentir asfixiado pelos adeptos.
Por Ana Isabel Fonseca|15.02.17
  • partilhe
  • 0
  • +

Pinto da Costa começou, na manhã desta terça-feira, a ser julgado e confirmou que levou seguranças para vários locais mas não como 'guarda-costas'. Disse que "era asfixiado" pelo "carinho" dos adeptos e que, por isso, os seguranças o protegiam e davam algum espaço de circulação.

"Era preciso criar um espaço de segurança para evitar que as pessoas caíssem em cima de mim", afirmou.

Aludiu, concretamente, a visitas que fazia à Afurada, em Vila Nova de Gaia, e que acabaram por ser proibidas pelo médico, tal era a afluência de pessoas interessadas em falar com ele.

"É claro que não precisava de guarda-costas, isso era até ofensivo para aquela gente", referiu o dirigente.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 15.02.17
    A culpa de existirem estes mercenarios é em parte da justica portuguesa e das leis existentes que demoram anos para resolver problemas, quem tem dinheiro paga a estes escroques para fazerem o trabalho .
1 Comentário
  • De  Anónimo 15.02.17
    A culpa de existirem estes mercenarios é em parte da justica portuguesa e das leis existentes que demoram anos para resolver problemas, quem tem dinheiro paga a estes escroques para fazerem o trabalho .
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub