Sub-categorias

Notícia

Jurista no crime para pagar ‘coca’

Viciada em drogas duras, como heroína ou cocaína, a advogada Ana Sítima, 38 anos, teve de arranjar uma forma de obter dinheiro para sustentar a sua dependência. Mal perdeu o emprego na empresa ANA, a jurista recorreu ao namorado, a gozar de liberdade condicional face a uma pena de cadeia por roubos, lançando-se ambos numa vaga de assaltos a idosos. Apanhados pela PSP de Lisboa, estão ambos em prisão preventiva – ela na cadeia de Tires.

22.04.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Jurista no crime para pagar ‘coca’
Ana Sítima, 38 anos, está na cadeia de Tires Foto Duarte Roriz

Inscrita na Ordem dos Advogados desde 2006, a causídica empregou-se na empresa ANA Aeroportos. Os evidentes sinais de toxicodependência que apresentava, dentro e fora do local de trabalho, levaram a que perdesse o vínculo laboral à empresa.

Incapaz de se livrar da dependência de drogas, principalmente de cocaína – que, apurou o CM, consumia com grande frequência – Ana Sítima engendrou um plano com o namorado Rui Araújo, também toxicodependente. O objectivo de ambos era conseguirem dinheiro rápido e fácil – que lhes permitisse continuar a comprar drogas.

Assim, desde 30 de Março, e até à última quarta-feira – quando a advogada e o namorado foram presos pela PSP de Lisboa –, os dois assaltaram 15 idosas, todas com idades superiores a 75 anos.

A Ana Sítima estava entregue a função de conduzir o seu Opel Corsa. Rui Araújo, o companheiro, saía do carro e, por esticão, roubava os pertences às vítimas. Assaltante experiente, conseguiu elevados lucros para a dupla desta forma. Na última quarta-feira, a PSP detectou o Opel Corsa branco do casal. Rui estava sozinho no interior e levou os agentes até a um bairro social de Cascais, onde acabou preso. Ana Sítima esperava por ele num quarto e foi também apanhada. Estão ambos na cadeia a aguardar julgamento.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub