Sub-categorias

Notícia

Justiça esquece vítima de ‘rei Ghob’

Caso de Joana, filmada a fazer sexo, não foi incluído na acusação.
Por Magali Pinto|17.05.17
Joana Correia, 16 anos, surge em vários vídeos de cariz sexual no castelo de Francisco Leitão, em Carqueja, Lourinhã, à semelhança de outros doze jovens cujos depoimentos, gravados para memória futura, começaram na segunda-feira a ser transmitidos no julgamento, em Loures. Mas um lapso do Ministério Público fez com que o nome da jovem assassinada pelo ‘rei Ghob’ - o corpo nunca foi encontrado - não conste da lista de ofendidos. O que revolta a mãe, Fátima Correia.

Justiça esquece vítima de ‘rei Ghob’
"A minha filha aparece nos vídeos, tal como o namorado, que é umas das vítimas. Foram filmados sem consentimento. Nem sabiam. Para além disso não sei se a minha filha também não foi violada", disse ontem ao CM.

Francisco Leitão começou a ser julgado por 542 crimes sexuais contra 12 menores, entre 2009 e 2010. Joana desapareceu em março de 2010. Em 2012, Francisco Leitão acabou condenado a 25 anos de prisão pelos homicídios de Tânia Ramos, Ivo Delgado e Joana Correia.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub