Sub-categorias

Notícia

Ladrão indignado vai à PJ dizer-se inocente

Quando o Correio da Manhã divulgou, na semana passada, as imagens do assalto à mão armada à farmácia Lusitana, a 7 de Setembro, na avenida de Roma, Lisboa, o ladrão de 24 anos reconheceu-se no jornal e percebeu que tinha sido apanhado no sistema de videovigilância. Com o CM debaixo do braço, dirigiu-se às instalações da PJ e disse que, apesar das semelhanças no rosto, não era ele o autor do crime. Apanhado na mentira, ficou logo detido e já recolheu à cadeia.
26.10.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Ladrão indignado vai à PJ dizer-se inocente
‘CM’ divulgou há uma semana as imagens de videovigilância que se revelaram decisivas Foto d.r.

A par desse roubo, acabou por confessar que tinha feito mais três assaltos a estabelecimentos comerciais entre Setembro e Outubro. Sempre de pistola e ameaçando as vítimas de morte, nos quatro roubos foi bem-sucedido – conseguindo levar todo o conteúdo das caixas registadoras. Mas nunca escondeu o rosto, levando centenas de euros de cada um dos assaltos, que duravam menos de cinco minutos.

Foi caçado pelas imagens divulgadas no CM e tentou a sua sorte ao entrar voluntariamente na PJ para enganar os investigadores. Na busca domiciliária, foram recuperadas as peças de roupa utilizadas nos assaltos.

Tudo aconteceu em menos de uma semana, desde a divulgação das imagens no jornal até anteontem, dia da detenção. A 7 de Setembro, o homem vestido de escuro, mochila às costas, entrou na farmácia Lusitana, dirigiu-se ao balcão com um ar sorridente, saudou a funcionária e pediu-lhe uma embalagem de Guronsan.

Quando a farmacêutica se virou, já tinha uma pistola apontada. Eram 20h40. E não havia clientes no interior. A vítima, em pânico, como se vê nas imagens de videovigilância, foi obrigada a entregar o dinheiro da caixa e o ladrão ainda levou o medicamento sem pagar.

Antes de fugir, o assaltante virou-se para a funcionária e deixou uma simples recomendação: "Espere cinco minutos e depois pode chamar a polícia."

Em pouco tempo fugiu com cerca de 200 euros em dinheiro, na direcção de uma estação de metro ali próxima. Uma patrulha da PSP foi ao local, mas o assaltante já tinha escapado.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub