Sub-categorias

Notícia

Leva mais de 23 anos por matar com ácido

Bernardino Magalhães assassinou mulher e incendiou a casa, com o próprio pai no interior.
Por Mónica Ferreira|15.10.16
Leva mais de 23 anos por matar com ácido
Bernardino Magalhães condenado por crimes de homicídio, um na forma tentada Foto O Notícias da Trofa
O Tribunal de Penafiel condenou a 23 anos e dez meses de prisão Bernardino Magalhães, arguido de 60 anos que, a 27 de setembro de 2015, matou a mulher em Penamaior, Paços de Ferreira.

Maria José, de 58 anos, morreu depois de o marido, com quem já não fazia vida em comum, lhe ter batido com a cabeça no chão, amordaçando-a e colocando-lhe um ácido na boca. Não satisfeito e antes de fugir, o homem ainda ateou fogo à casa, na qual também se encontrava o seu pai, de 81 anos.

Durante o julgamento, Bernardino confessou os factos, mas negou a intenção de matar. Só queria "fazer sofrer" a mulher, da qual tinha ciúmes por ser esta a responsável pelo dinheiro do seu próprio pai, de quem também cuidava. Contudo, para o tribunal, ficou provado que Bernardino – ausente na leitura do acórdão – queria tirar a vida à mulher e estava consciente dos seus atos. "Tentou que o tribunal tivesse pena dele. Não conseguiu", disse a juíza.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub