MAI garante ajudas de custo à GNR

Unidade especial faz segurança do complexo do Banco de Portugal no Carregado.
24.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Ministério da Administração Interna assegurou esta quinta-feira ao CM que nenhum salário está por pagar aos militares da unidade especial da GNR que fazem segurança do complexo do Banco de Portugal no Carregado.

Os militares reclamam do atraso no pagamento de ajudas de custo há vários meses, mas o ministério afirma que a situação será regularizada em "Protocolo de Colaboração entre a GNR e o Banco de Portugal, a celebrar até ao final do mês".

As ajudas pendentes dizem respeito ao custo pela deslocação para as instalações do Carregado.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!