Sub-categorias

Notícia

Carrilho diz que Bárbara Guimarães é "falsa vítima"

Ex-ministro da Cultura considerou este processo um "aviltamento" à luta contra a violência doméstica.
Por Lusa|04.12.17
O ex-ministro da Cultura e arguido Manuel Maria Carrilho declarou esta segunda-feira em julgamento que a ex-mulher Bárbara Guimarães é uma "falsa vítíma" de violência doméstica e que a "falsa vítima foi o verdadeiro agressor".

"Agressor aqui só há um: Bárbara Guimarães", disse Manuel Maria Carrilho nas suas últimas declarações em julgamento, antes de a juíza marcar para 15 de dezembro a leitura da sentença do processo em que o antigo ministro está acusado de violência doméstica contra a ex-mulher e apresentadora da televisão.

Optando por falar no final de julgamento, Carrilho considerou este processo um "aviltamento" à luta contra a violência doméstica, alegando o "torrencial de fragilidades da acusação" e as "tantas mentiras" que foram ditas em tribunal, nomeadamente por testemunhas que vieram dizer que a apresentadora só bebia "um copito" ou outro, quando, na realidade, apontou, já foi apanhada pela polícia a conduzir com 2,8 gramas de álcool no sangue.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De tojornais05.12.17
    Carrilho e Bárbara vão à trampa. Deixo aqui uma pergunta? Porque razão estes dois pais bastardos que só têm feito figuras tristes ainda mantêm o poder sobre os filhos. Sim porque os miúdos estão mais do que traumatizados e a justiça não faz nada. Será que ninguém se lembra das crianças?
1 Comentário
  • De tojornais05.12.17
    Carrilho e Bárbara vão à trampa. Deixo aqui uma pergunta? Porque razão estes dois pais bastardos que só têm feito figuras tristes ainda mantêm o poder sobre os filhos. Sim porque os miúdos estão mais do que traumatizados e a justiça não faz nada. Será que ninguém se lembra das crianças?
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub