Sub-categorias

Notícia

Militares acusados de perdoar multas podem regressar ao serviço

Homens começaram a ser julgados esta segunda-feira.
17.10.16
  • partilhe
  • 3
  • +
Militares acusados de perdoar multas podem regressar ao serviço
Arguidos continuam a ser julgados no tribunal de Loures no próximo dia 31 Foto David Martins/Correio da Manhã
Três militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Torres Vedras acusados de perdoarem multas a automobilistas a troco dinheiro e que começaram esta segunda-feria a ser julgados podem decidir se regressam ao serviço a partir de terça-feira.

Os três militares, dois cabos e um guarda da GNR, foram suspensos de funções por estarem indiciados por crimes de corrupção passiva, alegadamente ocorridos entre maio e novembro de 2013.

Contudo, no início do julgamento, que arrancou esta tarde no tribunal da Comarca de Lisboa Norte, em Loures, o presidente do coletivo de juízes comunicou aos três arguidos que o prazo para a determinação da suspensão de funções vai esgotar-se no final do dia de hoje.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

Portugal

“Só via bolas de fogo  por todo o lado”

“Só via bolas de fogo por todo o lado”

Celestina Costa, vendedora de peixe, foi apanhada pelas chamas na EN236 e abrigou-se na carrinha refrigerada. Depois ajudou outras pessoas que foram cercadas pelo fogo.

Portugal

PJ cerca bando dos mails

PJ cerca bando dos mails

Todos os envolvidos nas trocas de mails divulgados pelo FC Porto estão na mira da investigação da PJ e do DIAP: do lado do Benfica, da arbitragem e da Liga de Clubes.

pub